TVlândia: Convergente

the-divergent-series-allegiant-poster1

Oi gente!! O post de hoje é sobre a primeira parte de Convergente, baseado nos livros da Veronica Roth, que eu fui ontem mesmo conferir! Prometo que é um post sem spoilers! 😀 Estava muito ansiosa e empolgada com a estréia.

convergente

A sinopse do filme é a seguinte:

Após a mensagem de Edith Prior ser revelada, Tris (Shailene Woodley), Quatro (Theo James), Caleb (Ansel Elgort), Peter (Miles Teller), Christina (Zoë Kravitz) e Tori (Maggie Q) deixam Chicago para descobrir o que há além da cerca. Ao chegarem lá, eles descobrem a existência de uma nova sociedade.

Agora vamos ao que interessa: A resenha. Eu, particularmente, olhando do ponto de vista de quem não leu os livros e só viu os filmes e olhando do ponto de vista de continuidade e tal, achei muuuito bom o filme, mesmo! Ele é excelente e não deixa a pessoa na mão. Te deixa bem tenso na verdade hehehe.
Agora vendo do ponto de vista de quem devorou umas três vezes o livro haha ele me decepcionou um pouco. Eu sei que é uma adaptação, mas mesmo assim achei que alterou MUITO do que estava no livro. Muitas cenas bacanas que eu esperava ansiosamente não aconteceram ou foram completamente reformuladas. Fiquei até de certa forma espantada que terá uma segunda parte, pois nesse filme eles já basicamente cobriram muita coisa que acontece no livro, o que me deixa curiosa pois essa segunda parte então vai ser praticamente inédita haha. Mesmo assim, aguardo ansiosamente também! 

allegiant.jpg

Pra quem ainda não foi ver, recomendo que vá. As cenas são muito bem feitas, bastante ação e emoção, muita tecnologia diferente e conflitos. Te deixa na ponta da cadeira o tempo todo hehehe 😀 E se você leu o livro: Não vá esperando os acontecimentos do livro. Mas assim, NADA mesmo haha por que tem muita coisinha alterada que pode te deixar até com uma certa raiva, se você for desses que gosta de ver uma adaptação mais próxima do livro.

 

 

TVlândia: Magia Ao Luar

magia

Oi gente! 😀 Hoje esse post é sobre esse filme muito fofo: Magia ao Luar, do Woody Allen. O filme é de 2014 e é uma comédia romântica bem diferente, fala um pouco sobre o ilusionismo. No elenco estão Colin Firth e Emma Stone, dois atores que eu sou apaixonaaada! Então claro que eu não poderia deixar de assistir né? 🙂 E os cenários também são maravilhosos!

Magic in the Moonlight

A sinopse diz o seguinte:

Stanley (Colin Firth), um falso mágico com talento para desmascarar charlatões, é contratado para acabar com a suposta farsa de Sophie (Emma Stone), simpática jovem que afirma ser médium. Inicialmente cético, ele aos poucos começa a duvidar de suas certezas e se vê cada vez mais encantado pela moça.

O filme é super leve e gostoso de assistir, quando você menos espera, puf! já acabou! hehe
Enfim, recomendo muuito esse filme, com certeza está na minha lista de favoritos do Woody Allen, juntinho com Meia Noite em Paris. 😉

magicmoonlight2

 

TVlândia: Sense8

sense8

Oi geeente!! 😀
Hoje eu vim falar sobre a série do momento: Sense8 dos irmãos Wachowskis. 

É a série nova do Netflix e me pegou de jeito. Confesso que demorei um pouco para assistir, por uma certa preguicinha hehehe Mas todo mundo que eu tenho amizade estava assistindo e dizendo maravilhas, então eu acabei me deixando levar e comecei a ver. Amor à primeira vista!! Que história sensacional, gente! É sobre oito pessoas que não se conhecem e vivem em diferentes partes do mundo. Até que eles se tornam ligados mentalmente e emocionalmente, o que permite que eles dividam visões, emoções e sensações.

sense8-cast

Tudo começa quando todos eles tem uma visão da morte violenta de uma mulher. A partir daí eles “renascem” como Sensates, que são essas pessoas que tem uma ligação mental, fazendo com que eles possam sentir uns aos outros e até mesmo utilizar suas habilidades e falar línguas diferentes. A história se desenvolve muito bem e é surpreendente, as cenas deles trocando habilidades e pedindo ajuda são espetaculares. Vale muito a pena assistir! Fora que os atores são maravilhosos né… 😉

sense8cast

TVlândia: Jane The Virgin

jane1

Oi gente! 😀

Eu sumi né? Eu sei, eu sei. 😦 Mas eu tive dois meses bem agitados que me afastaram um pouco daqui. E também eu desanimei um pouco. Mas estava morrendo de saudades então resolvi fazer um post novo agora que tudo se tranquilizou hehe. Depois eu vou fazer um post bonitinho pra explicar o que aconteceram nesses dois meses. 🙂

E o post de hoje é sobre uma série nova da CW que é muito divertida! Chama Jane The Virgin. É sobre a história de Jane, estudante, muito religiosa e ligada na família e que se guarda virgem até o casamento, mas, por um erro médico durante uma consulta rotineira, acaba sendo inseminada artificialmente com o sêmen de um antigo namorado que atualmente é casado e dono do hotel onde Jane trabalha. Sério, quando eu li a sinopse e tal, fiquei meio assim, achando que a série seria meio trash sabe? Mas quando comecei assistir, me surpreendi, de verdade! A qualidade da série é muuuito alta e o cast é sensacional.

jane2

É um cast tem várias pessoas latinas e dá a impressão de uma grande novela mexicana! Hahaha. Mas a minha grande surpresa foi quando apareceu o Jaime Camil. Desde sempre que eu assisto as novelas mexicanas pelo SBT sou apaixonada por ele hahaha! Quase caí da cadeira quando vi que ele é um dos principais, ainda por cima. 😀

Vale muito a pena ver gente, quem gosta desse séries mais comédia/romântica com aquela enorme pitada de novela mexicana terá um prato cheio! 🙂

TVlândia: Rupaul’s Drag Race

510x340

Oi gente!! 🙂
Então, o post de hoje é sobre o programa de TV chamado Rupaul’s Drag Race. Quem conhece e assiste? Sério, eu sou viciaada!

Rupaul é uma famosa drag queen dos Estados Unidos. Começou sua carreira na década de 80 e de lá pra cá se tornou aquela que todo mundo no mundo drag costuma se inspirar. E tem todos os motivos né? Como pode! Seu nome é Rupaul Andre Charles e ele resolveu manter somente o Rupaul como seu nome drag.

120106_rupaul_328

E ele não se importa se você o chama como “ela” ou “ele”. É ator, cantor/compositor e modelo.
Mas o intuito desse post é: Seu programa para TV chamado Rupaul’s Drag Race! Gente, é muuuuito bom! Sério! É tipo um America’s Next Top Model com Project Runaway. Conta com dois jurados fixos junto com o Rupaul e mais dois sempre convidados. Eles selecionam uns 14 participantes e aí todos se conhecem e começa a disputa, que envolve o pessoal se montar, criar novos vestidos com coisas inusitadas, como cortinas, plástico, etc… E também rolam vários desafios de fotos, atuação e coisas assim. E no final do programa, todos desfilam seus modelitos e então os jurados julgam tudo o que foi feito. Os dois que ficarem de piores da semana precisam disputar entre si para continuar na competição, que é quando rola o “It’s time for you to lipsynch for your life!”. Sério, melhor momento!! 😀 Os dois precisam dublar uma música e dar tudo de si, e quem se sair melhor, continua na jogada.

Ba_LjzsCQAAHHlk

Esse ano passou a sexta temporada e os preparativos para a sétima já começaram. Ansiedade!!! Uma dica: Tem todas as temporadas no Netflix. Sério genteeee, quando eu comecei assistir, não parei mais hahaha Fiquei viciada! Inclusive no CD do Rupaul também, mas esse eu vou deixar para o próximo post de playlist. 😀

TVlândia: Filmes da Semana!

posters

Oi gentee!! 😀

Hoje venho com os dois filmes que eu assisti esse semana: Ragnarok e Guardiões da Galáxia! 🙂

 

O primeiro filme, Ragnarok, é um filme norueguês que fala sobre a mitologia nórdica e os vikings. 

ragna2

Segundo a mitologia, Ragnarok seria o fim dos tempos onde aconteceria o caos para depois tudo renascer, ou seja, o apocalipse. O filme mostra o arqueólogo Sigurd, que vive obcecado pelo navio viking Oseberg, do qual só tem a frase “O homem pouco sabe” escrita em runas. Ele acredita que de alguma forma isso está ligado ao mito do Ragnarok e depois de seu amigo Allan encontrar uma pedra que contem mais runas, eles decidem organizar uma expedição em um lugar entre a Rússia e a Noruega chamada de “terra de ninguém“, que tinha sido abandonada faziam décadas. Sigurd está confiante que encontrou o “mapa do tesouro” mas quando eles chegam na ilha indicada, percebem que talvez estejam mais errados do que poderiam ter imaginado.

ragna3

Sinceramente? Por ser um filme norueguês, eu achei fantasticamente bom. Eu não conhecia nenhum outro mas sabemos que lá eles não tem tantos recursos para grandes produções, iguais às Hollywoodianas. O filme é muuito legal, é bem entretenimento e divertido. Achei que talvez o roteiro poderia ter sido melhor pensado por que em alguns momentos deixa um pouco a desejar, mas as atuações foram bem interessantes!! Fora a fotografia, né? Os lugares são lindíssimos! 🙂 Acho que vale a pena quando você está afim de assistir uma aventura sem esperar muuito, sabe? Só para entretenimento mesmo, para passar o tempo e tal. Bem legal, eu recomendo. 😀

 

Já o filme que eu assisti quinta-feira….

guardians3

Finalmente!! Guardiões da Galáxia!! Depois de meeeeses esperando. 😀 Gente, que filme maravilhoso. Sério, para quem é fã desse tipo de filme, é um prato cheeeeio. A Marvel se supera a cada dia. Fantasticamente bem feito, é empolgante demais. 

guardians2

No filme, Peter Quill rouba uma esfera aparentemente inofensiva mas que todo mundo quer por as mãos. Quando menos espera, se encontra no meio de um conflito enorme, com caçadores de recompensa o procurando por todos os lugares. Acaba então preso, com três desses caçadores e na prisão, depois de vários acontecimentos e aprender que a esfera tem um poder muito maior do que imaginava, capaz de destruir a galáxia, acabam então se unindo com o intuito de proteger essa esfera do grande vilão Ronan, O Acusador.
O filme vale muuito a pena! As cenas de luta são maravilhosamente bem feitas e toda a maquiagem dos personagens é incrível! 😀 Estou doidaaa para assistir novamente. Fora que quem acompanha esse universo Marvel consegue ver muitas referências e consegue linkar várias coisas dos filmes passados. Ah, e sem esquecer: Fiquem até o final dos créditos! Sempre tem cenas escondidas, depois de toooodos os créditos rolarem. 🙂

 

TVlândia: Masters of Sex e Orphan Black

series

Oii gente! Eu demorei para postar, eu sei, mas é que esse final de semana foi bem corrido haha Não deu tempo e eu não queria fazer qualquer coisa, sabe! 🙂

Bom, esse post é pra mostrar duas das séries que eu estou acompanhando no momento: Masters of Sex e Orphan Black. Masters começou a segunda temporada fazem duas semanas e Orphan Black terminou a segunda temporada fazem umas duas semanas hehehe. Eu sou uma pessoa completamente viciada em seriados. E dos tipos mais variados possíveis! A minha listinha é enorme! E tem várias que eu abandonei ou estou atrasada precisando por em dia. 

 

Michael Sheen e Lizzy Caplan

Michael Sheen e Lizzy Caplan

Eu sou uma pessoa que costuma se interessar muito pelo funcionamento do corpo e da mente humana. Então quando eu vi que ía sair uma série falando sobre a história e os estudos do Dr. William Masters e Virginia Johnson, eu sabia que teria que assistir. A série é baseada na biografia escrita por Thomas Maier chamada “Masters of Sex: The Life and Times of William Master and Virginia Johnson , the Couple Who Taught America How to Love”.  O que eu mais gosto na série, além de aprender como as coisas chegaram ao que é hoje, é a ambientação. Se passa nos anos 50 e é incrivelmente bem feita, o figurino é maravilhoso e os cenários também. Já que sou apaixonada por seriados que se passam em outras décadas, é claro que eu não pude deixar de lado 🙂 A série traz sim muitas cenas hot e muito romantismo, além de mostrar como todo esse assunto era um tabu enorme na época. Mostra ainda como as pessoas tratavam quem fosse gay e como na maioria das vezes, essas pessoas, até mesmo pais de família, acabavam indo procurar tratamentos de choque como alternativa de cura. A série não é só sobre sexo, e sim sobre toda uma era onde as coisas eram tratadas como um grande tabu, como a falta de conhecimento e o preconceito afetavam a época. 

 

Tatiana Maslany

Orphan Black, fala sobre clonagem humana. A série é viciante, mesmo! Tem uma pegada mais de ação e suspense e não deixa nada a desejar. A série tem váaarios personagens e acredite: A maioria deles é a mesma atriz quem faz. Haha! 😀 Isso é o mais incrível. Tatiana Maslany faz com tanta maestria que em vários momentos você até esquece que é a mesma pessoa. A série mostra uma mulher, Sarah, que é uma vigarista, dando de cara com outra mulher, Elizabeth que é detetive, em uma estação de trem, onde Elizabeth se joga na frente do trem. Então Sarah, que fica chocada com a semelhança entre as duas, resolve assumir a identidade de Beth, e quando ela menos espera, acaba envolvida em um grande problema e descobre então que existem mais pessoas que são extremamente semelhantes a ela. É aí então que elas todas se juntam e descobrem que são na verdade, um experimento em clonagem. Cada clone tem uma personalidade e um jeito de viver diferente e isso é fantástico. A diferença é tão grande que você realmente esquece que é a mesma atriz! O final da segunda temporada então… Dá vontade de sair correndo hahaha! 😛

 

Vale muito a pena assistir as séries… São imperdíveis e viciantes! 😀 E vocês, gente? Quais são as séries que vocês estão assistindo no momento?